Fechar

Como tudo começou

Em 2012, a MyBasic foi pioneira ao lançar um e-commerce com foco exclusivo na moda básica premium. Um dos objetivos era criar uma marca que não impusesse padrão às mulheres. A ideia é ter liberdade para se vestir como se quer, com seu próprio estilo, a partir de peças com design atemporal, tecidos de alta qualidade e preços justos. Havia ainda outro, talvez até maior, intangível e de longo alcance: como impactar positivamente uma indústria, que está entre as mais poluentes do mundo e tem na utilização da mão obra incorreta outro grande problema? O desafio é enorme.

2012
Coração

Uma marca sustentável?

Nesses sete anos, entendemos que a sustentabilidade é um objetivo constantemente perseguido em um caminho com muitas etapas. Esse é um princípio que atravessa toda a cadeia produtiva - e inclui iniciativas ecologicamente corretas, socialmente juntas, culturalmente diversas e economicamente viáveis. Foram muitas horas pensando em como ser uma marca realmente diferente. Mais do que isso, impactarmos para fazer a direfença.

Manter a produção no Brasil, buscar uma relação justa com a mão de obra respeitar os princípios do movimento slow fashion e usar a tecnologia para diminuir o impacto da nossa atividade são algumas ações que nos acompanham desde o início. Mas o caminho é longo e descobrimos questões novas todos os dias.

Mão de obra

A busca por relações transparentes, equilibradas e humanizadas nos levou à parceria com a Ecotece, ONG que tem como missão gerar soluções criativas para prover um jeito de se “vestir consciente” e lidera projetos relacionados à sustentabilidade e práticas educativas na periferia de São Paulo. Tudo começou com um pequeno projeto de doações de peças e retalhos de tecidos à ONG. A ideia era que as sobras não fossem descartadas no meio ambiente. Nas mãos das costureiras da Ecotece, os retalhos viraram peças que foram compradas pela MyBasic possibilitando geração renda. No início, a colaboração contemplava apenas a produção de um modelo de t-shirt. Hoje, a Ecotece, por meio da capacitação de costureiras, produz peças de vários modelos da marca garantindo uma mão de obra qualificada, humanizada e correta. A longevidade dessa parceria reafirma a nossa essência ao participar de uma cadeia com preocupação sustenta´vel, que se preocupa em respeitar e valorizar o trabalho dos fornecedores - e incentive o consumo consciente. Mais ainda, nos permite conhecer de perto o impacto multiplicador da MyBasic na vida das costureiras da ONG. Pois, sabemos, a sustentabilidade é possível apenas com a continuidade de práticas que visam o bem estar coletivo.

Matéria-prima

O uso intenso da água, de fibras de celulose (madeira), de derivados do petróleo e de agrotóxicos tornam a indústria da moda uma fonte potente de poluição. Junte-se a isso, o boom na última década da chamada moda fast fashion, pautada pelo consumo rápido de roupas criadas para serem usadas apenas numa temporada e substituídas na próxima. Mitigar esse impacto faz parte da nossa visão desde o início - e pauta nosso modelo de negócios. Uma peça de roupa só nasce após analisarmos se é possível a produção com tecidos fabricados em acordo com práticas sociais e ambientais corretas. Optar pelo design atemporal e qualidade premium é possibilitar que uma mesma peça de roupa seja usada por muitas temporadas. Acreditamos que a moda é um retrato da história da humanidade e um canal poderoso de expressão. Entendemos que a moda tem a ver criatividade, identidade e inteligência. Não com tendências e consumismo. Ainda temos muito a fazer, mas sabemos que estamos no caminho. E contamos com vocês, nossas clientes, para melhorar sempre.

Voltar para o topo da página